Loading...
Loading...
Loading...
Loading...

UBE

Loading...
Loading...

Rosas pra você

Loading...

online

Loading...

ELE É...O MEU DEUS DO IMPOSSÍVEL...

Loading...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

TER FÉ É CONFIAR COMO CRIANÇA CONFIA EM SEU PAI.

 
"E OUVINDO a rainha de Sabá a fama de Salomão, acerca do nome do SENHOR, veio prová-lo com questões difíceis." I Reis 10:1
 
Muitas vezes se pergunta:   é preciso haver seminários, pastores com formação acadêmica e doutores na Igreja?  
 
Não ouvimos sempre que devemos ter Fé como crianças?
 
Então por que tanto preparo intelectual?
 
De fato, a Fé não é produto de Inteligência, mas é obra do Espírito Santo.
 
E aquele que crê, exerce uma Fé como a criança que confia em seu pai agarrando-se à mão dele.
 
No entanto, Fé e Ignorância não são sinônimas! Muito pelo contrário. A criança que aperta a mão do pai na hora do perigo sabe muito bem onde e por que está apertando. 
 
Fé, conseqüentemente, é também uma espécie de saber, um saber muito especial concedido pelo poder do Santo Espírito.
 
Por isso, vamos encontrar JESUS entre os doutores em Jerusalém. 
 
Vamos encontrar um Paulo discorrendo seus conhecimentos entre os filósofos de Athenas.  
 
Vamos encontrar escritores perfeitos entre os autores dos dois testamentos. 
 
Vamos encontrar a capacidade de ensinar entre as qualificações para o Ministério. 
 
E vamos também encontrar Mestres entre os Portadores dos Dons especiais do Espírito Santo.
 
Salomão, portanto, não destoava do contexto da Fé por causa de sua sabedoria.   Ao contrário, ele era a glória da religião de Israel entre os homens de seu tempo.  
 
E todos aqueles que, de coração sincero, em arrependimento e Fé em CRISTO, se destacam em algum aspecto da ciência ou da arte são também glória da Igreja cristã entre os seus contemporâneos. 
 
Muitos, aliás, superam sua própria época, como um Bach, um John Wesley, uma Aimeé Semple McPherson, um Jorge Müller, um Lutero e tantos outros.
 
Triste é quando a Igreja despreza seus “Salomões” e deixa as “rainhas de Sabá” a ver navios.  
 
Pois o mundo dos sábios, intelectuais e artistas, ao procurar uma palavra da Igreja, quer de volta uma palavra profunda e inteligente.
 
Não terá o CRISTO entre os doutores de antigamente uma palavra à altura para os doutores do nosso tempo?
 
Colaboração de Um Amigo de Deus J. C. Madeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE,SUA OPINIÃO SÓ VAI MELHORAR ESSE BLOG.
OBRIGADO