Loading...
Loading...
Loading...
Loading...

UBE

Loading...
Loading...

Rosas pra você

Loading...

online

Loading...

ELE É...O MEU DEUS DO IMPOSSÍVEL...

Loading...

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Abre tu os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei… Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho. Salmos 119.18 e 105.

Viajando por uma vale situado ao norte da Itália, um pregador passou por um famoso pomar.

Ele falou ao proprietário sobre as necessidades naturais e espirituais das pessoas.

Por fim, ele lhe deu uma Bíblia e pediu que a lesse.

O fazendeiro exclamou:

“Você diz que esse livro é a Palavra de Deus, mas que prova você tem disso”?

O evangelista não respondeu à pergunta de imediato, mas se voltou para o pomar e observou com grande interesse as belas frutas, muitas das quais já estavam quase maduras.

“Essas peras parecem muitas boas, mas quem pode me afirmar que são de qualidade superior”?

“O que você quer dizer”?

- Perguntou o fazendeiro, ofendido.

“Você ainda nem as provou”.

“Pegue uma ou duas e experimente”.

O pregador deu umas mordidas e elogiou a qualidade delas.

Essas peras são realmente excelentes.

Agora você duvidou do meu livro assim como duvidei de suas peras.

Leia a Bíblia e irá descobrir que ela é a Palavra de Deus.

Talvez você, leitor, já tenha uma opinião preconcebida sobre a Bíblia, tendo meramente lido algumas passagens aleatórias, ou mesmo livros sobre ela, sem nunca a ter lido por inteiro.

Quem investe esforço para lê-la com seriedade faz importantes e preciosas descobertas.

Por meio da Bíblia aprendemos a conhecer Deus e Seu Filho, Jesus Cristo.

O próprio Deus nos fala pessoalmente através de Sua Palavra, e desperta nossa consciência.

Ele mostra as reais necessidades de nossos corações e nos oferece Sua salvação.

Desconheço o Autor
 
Colaboração de Um Amigo de Deus  J. C. Madeira

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

PAZ

Paz
Sentimento que me faz voar.
Me faz ter a sensação de dever cumprido.
Me faz sentir em meio a minha família,sonho da minha vida,mesmo estando só.

Paz.
Acho que deve ser porque creio que meu Deus me ama e está aqui comigo,me cuidando, protegendo.

Paz.
É o que sinto agora.
Obrigado meu amado Pai.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

ONTEM.

Ontem aconteceu um episodio na minha vida que nem acredito que estou aqui escrevendo com tanta paz no meu coração.
A tribulação foi gigante mas Deus usou muitas pessoas e mensagens que recebo por email(Romanos 12:21) para falar comigo e também essa mesma pessoa que foi a causa do meu sofrimento momentâneo para me lembrar de onde ELE me resgatou,lembrar que de certa forma eu também era assim,cheia de ódio,ressentimentos e ira  no coração.
Me lembrou a vida triste que vivia,do vazio gigante que tinha no meu coração que com certeza era o que provocava tantos sentimentos negativos e com isso fazia muitas pessoas ao meu lado sofrerem,me lembrou também que no lugar de perdoar as traições,rejeições e dores causadas por outras pessoas eu revidava da mesma forma tentando machuca-las.Enfim,Deus me lembrou que não sou mais assim,que hoje sou filha DO DONO DO UNIVERSO QUE ME AMA E ME PROTEGE(palavras de uma amiga)sendo assim,nada mais pode me afetar ou abalar minha fé de que ELE vai sim, no seu tempo restaurar a vida dessa pessoa que tanto perturba a mim e a todos ao ser redor.
Meu Pai querido,a cada dia mais me surpreendo com o amor que tens por nós.Eu Te Amo e te agradeço por mais essa situação que sei,foi para meu crescimento na fé.
hoje minha filha mandou outra palavra para confirmar o ocorrido:2 Coríntios 12:7 a 10
   

PALAVRA TREMENDA PARA ALEGRAR MEU CORAÇÃO - 2 Coríntios 12:7-10

"Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar. Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim. Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente a você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco, é que sou forte."




terça-feira, 17 de setembro de 2013

SALMOS 17:

1 Ouve, Senhor, a justa causa; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não procede de lábios enganosos.
2 Venha de ti a minha sentença; atendam os teus olhos à eqüidade.
3 Provas-me o coração, visitas-me de noite; examinas-me e não achas iniqüidade; a minha boca não transgride.
4 Quanto às obras dos homens, pela palavra dos teus lábios eu me tenho guardado dos caminhos do homem violento.
5 Os meus passos apegaram-se às tuas veredas, não resvalaram os meus pés.
6 A ti, ó Deus, eu clamo, pois tu me ouvirás; inclina para mim os teus ouvidos, e ouve as minhas palavras.
7 Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó Salvador dos que à tua destra se refugiam daqueles que se levantam contra eles.
8 Guarda-me como à menina do olho; esconde-me, à sombra das tuas asas,
9 dos ímpios que me despojam, dos meus inimigos mortais que me cercam.
10 Eles fecham o seu coração; com a boca falam soberbamente.
11 Andam agora rodeando os meus passos; fixam em mim os seus olhos para me derrubarem por terra.
12 Parecem-se com o leão que deseja arrebatar a sua presa, e com o leãozinho que espreita em esconderijos.
13 Levanta-te, Senhor, detém-nos, derruba-os; livra-me dos ímpios, pela tua espada,
14 dos homens, pela tua mão, Senhor, dos homens do mundo, cujo quinhão está nesta vida. Enche-lhes o ventre da tua ira entesourada. Fartem-se dela os seus filhos, e dêem ainda os sobejos por herança aos seus pequeninos.
15 Quanto a mim, em retidão contemplarei a tua face; eu me satisfarei com a tua semelhança quando acordar.

1 Ouve, Senhor, a justa causa; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não procede de lábios enganosos.
2 Venha de ti a minha sentença; atendam os teus olhos à eqüidade.
3 Provas-me o coração, visitas-me de noite; examinas-me e não achas iniqüidade; a minha boca não transgride.
4 Quanto às obras dos homens, pela palavra dos teus lábios eu me tenho guardado dos caminhos do homem violento.
5 Os meus passos apegaram-se às tuas veredas, não resvalaram os meus pés.
6 A ti, ó Deus, eu clamo, pois tu me ouvirás; inclina para mim os teus ouvidos, e ouve as minhas palavras.
7 Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó Salvador dos que à tua destra se refugiam daqueles que se levantam contra eles.
8 Guarda-me como à menina do olho; esconde-me, à sombra das tuas asas,
9 dos ímpios que me despojam, dos meus inimigos mortais que me cercam.
10 Eles fecham o seu coração; com a boca falam soberbamente.
11 Andam agora rodeando os meus passos; fixam em mim os seus olhos para me derrubarem por terra.
12 Parecem-se com o leão que deseja arrebatar a sua presa, e com o leãozinho que espreita em esconderijos.
13 Levanta-te, Senhor, detém-nos, derruba-os; livra-me dos ímpios, pela tua espada,
14 dos homens, pela tua mão, Senhor, dos homens do mundo, cujo quinhão está nesta vida. Enche-lhes o ventre da tua ira entesourada. Fartem-se dela os seus filhos, e dêem ainda os sobejos por herança aos seus pequeninos.
15 Quanto a mim, em retidão contemplarei a tua face; eu me satisfarei com a tua semelhança quando acordar.

domingo, 15 de setembro de 2013

O poder de uma sementinha.

Na terça-feira .(começo do mês de agosto ) liguei para um fornecedor da obra para fazer um orçamento.
-Esse fornecedor me atendeu a mais de um ano atrás,lembro que era uma pessoa triste,séria,com jeitinho comecei a conversar,ele foi mudando.Comentei que precisava de alguém para fazer a limpeza final da obra,falou que sua esposa podia fazer.
Nessa época nem pensava em evangelizar,muito menos percebi que já estava evangelizando.
Sempre que podia, dava testemunho do que Deus já tinha feito na minha vida,assim foi com essa moça(esposa dele),falei a ela que devemos sempre colocar tudo nas mãos de Deus para que ELE nos proteja, a nós, nossa família e tudo que temos.Devemos fazer sim a nossa parte mas não devemos achar que temos poder para mudar certas coisas ou pessoas,somente ELE pode.
Na quarta-feira ele me liga dando o orçamento,combinamos a colocação para quando o pessoal do telhado necessitasse.No decorrer da conversa falamos em Deus,senti no coração de comentar sobre um filme muito lindo que gostaria de presenteá-los,ai ele começou a falar:
Sabe dona Vick,na segunda-feira eu e minha esposa estávamos tomando café da manhã,ela lembrou da senhora,falou que tinha saudades da senhora,que lembrava só de coisas boas que a senhora tinha falado a ela,uma das frases que ela não esqueceu foi essa:Devemos sempre colocar e entregar tudo nas mãos de Deus,comentou que a senhora estava certa,hoje a senhora me liga para fazer o orçamento,me fala que tem um filme muito lindo pra me dar,eu tenho um cunhado que é evangélico,sempre me convida pra ir na igreja dele,nunca vou mas sinto que Deus esta querendo me dizer alguma coisa com tudo isso que aconteceu entre segunda e hoje.
Falei a ele tudo que Deus tocou no meu coração,também convidei para visitar a igreja que congrego,quando se despediu insistiu que eu fosse em sua casa tomar café com eles,tipo,quero falar mais de Deus,falei que iria sim.No fim da conversa perguntei se ele conhecia um bom pedreiro para terminar o reboco da obra,falou de um outro cunhado,marcamos para olhar a obra no dia seguinte,só ai fiquei sabendo que aquele fornecedor está com câncer de próstata,que muitas vezes ele sai pra trabalhar mas suas pernas travam,ele liga para alguém ir busca-lo onde está.Senti mais um proposito de Deus nesse acontecimento.
Mais uma vez percebo o agir de Deus em nossas vidas,pelo fato de que mesmo sem perceber,quando falamos de Deus com amor estamos semeando e essa semente um dia vai gerar frutos.

Duas semanas mais tarde fui a casa dele,sua esposa me atendeu,tomamos café falando de Deus,e no final ela aceitou Jesus,deixei uma bíblia,um filme e alguma literatura,a noite me ligaram para ir ao culto,ele estava com muita dor,no final do culto pedi ao meu pastor que orasse por ele,o pastor pediu ao nosso bispo para orar,dois dias depois foram novamente,falou que a dor tinha aliviado,uma noite quando liguei para saber como estavam,se queriam ir ao culto novamente,ele atendeu,falou que estava se sentindo muito bem,que tinha novamente achado a paz que Jesus nos dá,contou que era desviado,que já tinha até pregado em uma igreja,conversamos mais de uma hora,no final ele repetiu a oração pedindo perdão e entregando novamente a sua vida a Jesus,
Mais uma vez percebi o que o inimigo faz nas nossas vidas quando nos afastamos de Deus.
Oro para que Nosso Pai restitua,restaure e abençoe a vida dele e toda sua família em nome de Jesus.
Obrigado PAI,eis-me aqui para fazer a tua vontade,que eu seja boca de Deus em todo lugar por onde eu andar.
Obrigado Senhor por tantas oportunidades de falar do seu amor para as pessoas.
Obrigado ABA PAI por ter me usado para plantar mais essa sementinha.

ROMANOS 12

....2 E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
3 Porque pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não tenha de si mesmo mais alto conceito do que convém; mas que pense de si sobriamente, conforme a medida da fé que Deus, repartiu a cada um.
4 Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma função,
5 assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente uns dos outros.
6 De modo que, tendo diferentes dons segundo a graça que nos foi dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé;
7 se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;
8 ou que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com zelo; o que usa de misericórdia, com alegria.
9 O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
10 Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros;
11 não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor;
12 alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;
13 acudi aos santos nas suas necessidades, exercei a hospitalidade;
14 abençoai aos que vos perseguem; abençoai, e não amaldiçoeis;
15 alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram;
16 sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altivas mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios aos vossos olhos;
JOÃO 21:
1 Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se deste modo:
2 Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.
3 Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Responderam-lhe: Nós também vamos contigo. Saíram e entraram no barco; e naquela noite nada apanharam.
4 Mas ao romper da manhã, Jesus se apresentou na praia; todavia os discípulos não sabiam que era ele.
5 Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, não tendes nada que comer? Responderam-lhe: Não.
6 Disse-lhes ele: Lançai a rede à direita do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam puxar por causa da grande quantidade de peixes.
7 Então aquele discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: Senhor. Quando, pois, Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica, porque estava despido, e lançou-se ao mar;
8 mas os outros discípulos vieram no barquinho, puxando a rede com os peixes, porque não estavam distantes da terra senão cerca de duzentos côvados.
9 Ora, ao saltarem em terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima delas, e pão.
10 Disse-lhes Jesus: Trazei alguns dos peixes que agora apanhastes.
11 Entrou Simão Pedro no barco e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, apesar de serem tantos, não se rompeu a rede.
12 Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? sabendo que era o Senhor.
13 Chegou Jesus, tomou o pão e deu-lho, e semelhantemente o peixe.
14 Foi esta a terceira vez que Jesus se manifestou aos seus discípulos, depois de ter ressurgido dentre os mortos.
15 Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeirinhos.
16 Tornou a perguntar-lhe: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Pastoreia as minhas ovelhas.
17 Perguntou-lhe terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Entristeceu-se Pedro por lhe ter perguntado pela terceira vez: Amas-me? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas; tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas.
18 Em verdade, em verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo, e andavas por onde querias; mas, quando fores velho, estenderás as mãos e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queres.
19 Ora, isto ele disse, significando com que morte havia Pedro de glorificar a Deus. E, havendo dito isto, ordenou-lhe: Segue-me.
20 E Pedro, virando-se, viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, o mesmo que na ceia se recostara sobre o peito de Jesus e perguntara: Senhor, quem é o que te trai?
21 Ora, vendo Pedro a este, perguntou a Jesus: Senhor, e deste que será?
22 Respondeu-lhe Jesus: Se eu quiser que ele fique até que eu venha, que tens tu com isso? Segue-me tu.
23 Divulgou-se, pois, entre os irmãos este dito, que aquele discípulo não havia de morrer. Jesus, porém, não disse que não morreria, mas: se eu quiser que ele fique até que eu venha, que tens tu com isso?
24 Este é o discípulo que dá testemunho destas coisas e as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.
25 E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem.

sábado, 7 de setembro de 2013

ROMANOS 08:
1 Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.
2 Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.
3 Porquanto o que era impossível à lei, visto que se achava fraca pela carne, Deus enviando o seu próprio Filho em semelhança da carne do pecado, e por causa do pecado, na carne condenou o pecado.
4 para que a justa exigência da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.
5 Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.
6 Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
7 Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser;
8 e os que estão na carne não podem agradar a Deus.
9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
10 Ora, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.
11 E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo Jesus há de vivificar também os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.
12 Portanto, irmãos, somos devedores, não à carne para vivermos segundo a carne;
13 porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.
14 Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai!
16 O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus;
17 e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.
18 Pois tenho para mim que as aflições deste tempo presente não se podem comparar com a glória que em nós há de ser revelada.
19 Porque a criação aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus.
20 Porquanto a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou,
21 na esperança de que também a própria criação há de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
22 Porque sabemos que toda a criação, conjuntamente, geme e está com dores de parto até agora;
23 e não só ela, mas até nós, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, aguardando a nossa adoração, a saber, a redenção do nosso corpo.
24 Porque na esperança fomos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera?
25 Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o aguardamos.
26 Do mesmo modo também o Espírito nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
27 E aquele que esquadrinha os corações sabe qual é a intenção do Espírito: que ele, segundo a vontade de Deus, intercede pelos santos.
28 E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
29 Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos;
30 e aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou.
31 Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
32 Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?
33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica;
34 Quem os condenará? Cristo Jesus é quem morreu, ou antes quem ressurgiu dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós;
35 quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia todo; fomos considerados como ovelhas para o matadouro.
37 Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades,
39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.