Loading...
Loading...
Loading...
Loading...

UBE

Loading...
Loading...

Rosas pra você

Loading...

online

Loading...

ELE É...O MEU DEUS DO IMPOSSÍVEL...

Loading...

domingo, 8 de maio de 2011

Calcei meus próprios sapatos.

 
"Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;...Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer." I Corintios 12:7,8,11

Minha filha comprou um sapato, um lindo scarpin. Preto de salto fino.
Ela caminha com tanta leveza, com tanta classe sobre aqueles saltos, que fico admirada.
Tenho que admitir; ela anda com mais destreza que eu.
Mas sou mulher e cismei em colocar aquelas preciosidades nos pés e tentei andar. Que desastre.
Nossos pés têm meio número de diferença e os meus são mais finos que os dela.
Enfim, não couberam. Senti-me em uma prisão medieval, castigada pelos pés.
Tirei aqueles lindos torturadores, libertei-me.
Aqueles sapatos são lindos, mas não são para mim.

Saul tentou vestir Davi com sua armadura para que ele lutasse contra Golias. Colocou um capacete de bronze, uma couraça e uma espada. Davi até que tentou, mas também não conseguiu sequer andar, largou tudo e fez o que sabia fazer, foi para o rio tirar pedras. Apanhou cinco. Usou apenas uma para fazer cair aquele gigante. A dependência e o direcionamento de Deus eram a sua armadura e ele venceu! (I Samuel 17:31-40)

Quantas vezes calçamos os sapatos de outras pessoas?
Quantas vezes nos deixamos vestir pelas imposições do ativismo?
Vestimos tantas armaduras que não foram feitas para nós.
Queremos fazer tudo e ser muito bons em tudo, queremos provar para os homens que somos necessários.
O Senhor nos fala de cinco ministérios, e também nos fala que o Espírito Santo concedeu a cada um, o que é melhor para cada um, dentro do corpo. A obra é toda Dele, por Ele e para Ele. Somos apenas testemunhas do que Ele fez.
Então, para que tanta competição?
Tirei aqueles lindos sapatos dos meus pés. Calcei os meus.
Resolvi viver o que Deus escolheu para mim e deixar que minha filha viva o que é para ela.
Calcei meus próprios sapatos.
Liberdade, agilidade enfim, felicidade.
Seus sapatos estão confortáveis?

Nilma Gracia Araujo

Colaboração de Um Amigo de Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE,SUA OPINIÃO SÓ VAI MELHORAR ESSE BLOG.
OBRIGADO